HOME  /   BLOG

DIA DAS CRIANÇAS – A importância de frustrar seus filhos

Por que você tem filhos?

A resposta nem sempre é clara. Algumas pessoas não tem um bom motivo ou então dão uma justificativa egoísta como: para não me sentir sozinho na velhice, ter companhia, perpetuar meus genes, salvar meu casamento, construir um casamento, realizar sonhos que não consegui realizar, dar alegria para minha vida…

Independente da resposta, as pessoas geralmente esperam ter uma super criança, bem educada, inteligente, divertida, bonita, que se destaque, melhor que as outras crianças e que dê orgulho. E os pais fazem de tudo para isso acontecer.

Atualmente, quase todos os pais sofrem do mesmo mal, esse mal que acomete pais que trabalham o dia todo, que têm uma rotina estressante, que quando chegam em casa não querem ser importunados, não têm paciência para educar uma criança e deixam essa responsabilidade para a escola ou babás, avós. Esse mal é a culpa. Não ter tempo para os filhos e suprir essa falta com presentes e evitar dizer “não” é projetar um futuro difícil para seu filho. Ele será um adulto ansioso que não conseguirá conquistar seus objetivos e desistirá frente à primeira dificuldade. Porque não foi acostumado com a frustração, nem a lutar pelo que quer.

Essa culpa só serve para ser usada pelas crianças para manipular os pais.

O problema é que as crianças crescem e continuam com o comportamento que aprenderam a ter. E não percebem que a sociedade, não a tratará com a mesma permissividade de seus pais. Elas terão que escolher uma profissão, se sustentar e se comportar como adultos. Terão que concorrer com outras pessoas, e terão que se destacar para garantir um bom futuro. A vida não é fácil, exige responsabilidade, foco, disciplina, objetivo e lutar de forma honesta pelo que se quer.

Não saber lidar com a frustração, não estar acostumado a ouvir “não” e a ter tudo que deseja de forma fácil garante um futuro nada promissor. Será mais fácil desistir do que lutar, pedir do que conseguir sozinho e chorar do que enfrentar.

Esse motivo contribui muito para aumentar o numero de pessoas depressivas, insatisfeitas e com personalidade dependente. Também se percebe que as pessoas estão demorando cada vez mais sair da casa dos pais, entrar no mercado de trabalho e dar certo na vida.

O incentivo ao consumo está em toda a parte, como uma força que obriga as pessoas a desejarem coisas que elas não precisam. Essa força afeta principalmente as pessoas mais fracas e as crianças. Sabendo disso, foi criado um dia para as crianças consumirem. “Dia das crianças” que é cheio de incentivos para que a criança queira o que não precisa e despreze o que já tem. O perigo está no incentivo às crianças para fazerem coisas que todos fazem, se todos ganham brinquedos, se todos tem um vídeo game, se todos têm… eu também quero. O perigo de seguir o fluxo da sociedade sem refletir, sem consciência, é que também vemos exemplos negativos, se todos roubam, se todos usam drogas, se todos comem mal…  Consumo por consumo, nem sempre se consome só o que faz bem.

Crie seus filhos com bons exemplos, para que eles possam aprender e seguir bons exemplos. Ensinem eles a refletir, refletir sobre o consumo e sobre a realidade do mundo onde a maioria das pessoas é pobre e não podem ter tudo o que desejam. Faça com que tenham consciência das coisas, não importa a idade, ele entenderá o que você mostrar a ele. Não tenha medo de frustrar seus filhos. Ensine o que realmente tem valor: o amor, o carinho, o tempo que se dedica a eles. Leia boas histórias, ensine valores e estimule a criatividade para criar brinquedos.

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza