HOME  /   BLOG

AUTOESTIMA

Diferente do que muita gente pensa, ter autoestima não é só gostar do seu reflexo no espelho, vai muito além disso. A autoestima é a opinião que você tem a respeito de si mesmo, é a avaliação positiva ou negativa que alguém faz sobre si. Um julgamento a partir das crenças que você desenvolveu ao longo da sua vida a respeito de si.

Desde o nosso nascimento, nossa história e nossas relações determinam algumas condições para sermos estimados ou não. Os pais desde muito cedo começam a colocar condições para o amor: se nos comportamos direitinho somos amados, bem tratados e elogiados, se não, ficamos de castigo, isolados e muitas vezes sem entender o que está acontecendo.

É só fazer o que os adultos mandam que seremos recompensados. É aí que começam os nossos problemas…

Quando somos crianças, a percepção que temos de nós mesmos vem através do olhar dos outros, ouvimos e internalizamos cada opinião a nosso respeito, de todos, principalmente dos adultos, e vamos levando todas as opiniões como verdade, não importa muito o contexto em que ouvimos. Descobrimos com o tempo que somos gordos ou magros demais, bonitos ou feios, legais ou chatos, populares ou não e a partir disso vamos construindo uma percepção de nós mesmos.

São os pais que dão valor aos filhos, se uma criança raramente é elogiada ela não reconhece seu valor e corre o risco de crescer se sentindo bem menos do que é, e com a sensação de que não fez o suficiente.

Pais exigentes criam filhos perfeccionistas.

Muitos pais colocam defeitos no que os filhos produzem, e isso causa ansiedade e sentimento de menos valor na criança. Em algum momento precisamos sentir que o que fazemos é o suficiente. Por outro lado, pais que elogiam qualquer coisa que as crianças produzem, criam filhos incompetentes. É preciso achar um equilíbrio fazendo com que a criança entenda quando não fez bem algo, e reconhecendo quando acerta.

A percepção que desenvolvemos de nós mesmos ao longo da vida é o que gera sentimentos de inferioridade, superioridade ou uma visão consciente de quem se é. E todas as características que percebemos em nós influenciam diretamente em nossas escolhas e consequentemente nossas experiências, mas nem sempre essas características são verdadeiras.

Na verdade, a maioria das pessoas não tem um bom autoconhecimento, e como não é possível amar aquilo que não se conhece, então, a maioria das pessoas não tem uma autoestima saudável.

Tem solução?????? SIMMMMMM

Vamos treinar!!!!!

  • Pare de se comparar aos outros, você é único
  • Aceite suas emoções, principalmente as negativas, não julgue, entenda-as
  • Seja gentil com você mesmo, se trate melhor do que trata os outros
  • Perdoe seus erros e passe a vê-los como formas de como não fazer (queimou o bolo? Agora você aprendeu a como não fazer um bolo)
  • Tenha orgulho de você, faça coisas que causem essa sensação
  • Faça coisas que você adora, se conheça mais para fazer mais dessas coisas
  • Descanse, desfrute e tenha tempo para si mesmo
  • Seja autentico. Aceite que você não vai agradar a todos mas vai agradar bastante gente, principalmente a você mesmo que é a pessoa mais importante pra você (deveria ser)

Quer conversar mais sobre isso???? CLICA AQUI 

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza