HOME  /   BLOG

Beyoncé no divã: análise psicológica de Lemonade

“Lemonade” é um álbum visceral. Uma mistura de desordem mental, mágoa, revolta, crise conjugal e indiretas. O desabafo da cantora mais famosa do mundo em um momento delicado de sua vida.

Em todas as músicas ela aborda o desespero de um coração partido, desonestidade, infidelidade e submissão.

“Nothing else ever seems to hurt,
Like the smile on your face
When it’s only in my memory
It don’t hit me quite the same
Maybe it’s a cause for concern
But I’m not at ease
Keeping my head to the curb”
(Pray You Catch Me – Beyoncé)
“Nada mais parece machucar
Tanto quanto o sorriso em seu rosto
Quando está apenas na minha memória
Não me atinge da mesma maneira
Talvez seja motivo de preocupação
Mas eu não estou tranquila
Pensando apenas no fim”
(Tradução: Pray You Catch Me – Beyoncé)

Sabe quando estamos em um relacionamento amando sozinha?! Sofremos tanto que nada mais parece machucar e o outro sem sentir nada do que estamos sentindo? “Pray You Catch Me”, a primeira música do álbum, pode também ser interpretada como o primeiro estágio do luto, a negação.

A segunda música, “Hold Up”, é um desabafo sobre descobrir uma traição pouco encoberta. Parece um discurso solitário no banheiro quando temos certeza da infidelidade.

“Something don’t feel right
Because it ain’t right
Especially comin’ up after midnight
I smell your secret, and I’m not too perfect
To ever feel this worthless
How did it come down to this?
Going through your call list
I don’t wanna lose my pride, but I’ma fuck me up a bitch
Know that I kept it sexy, and know I kept it fun
There’s something that I’m missing
Maybe my head for one”
(Hold Up – Beyoncé)
“Algo não parece certo
Pois não está certo
Especialmente quando chega depois da meia-noite
Sinto o cheiro do seu segredo, e não sou perfeita o bastante
Para me sentir tão desvalorizada
Como foi que chegamos aqui?
Olhando a sua lista de chamadas
Não quero perder orgulho, mas vou acabar com a vadia
Fica tranquilo, continuo sexy, e saiba que continuo divertida
Mas há algo faltando
Talvez seja a minha sanidade”
(Tradução: Hold Up – Beyoncé)

A terceira musica vem com toda a carga de uma mulher amargurada e com muita raiva. Elaborando a segunda fase do luto: a raiva.

Who the fuck do you think I am?
You ain’t married to no average bitch boy
You can watch my fat ass twist boy
As I bounce to the next dick boy
And keep your money, I got my own
Get a bigger smile on my face, being alone”
(Don’t Hurt Yourself – Beyoncé)
“Quem diabos você acha que eu sou?
Você não está casado com uma vadia qualquer, garoto
Você pode assistir minha bunda enorme rebolar, garoto
Enquanto eu rebolo para o próximo pau, garoto
E fique com seu dinheiro, eu tenho o meu próprio
Tenho um sorriso ainda maior em meu rosto sozinha”
(Tradução: Don’t Hurt Yourself – Beyoncé)

Não sei o que é pior, se é ser traída, se é mostrar para todo mundo o quando está com raiva disso, se é vulgarizar se vingando, se é se machucando saindo com outro cara, se é fingir que está tudo bem depois de tudo isso.

E ainda piora…

“He trying to roll me up, I ain’t picking up
Headed to the club, I ain’t thinking ‘bout you
Me and my ladies sip my D’Ussé cup
I don’t give a fuck, chucking my deuces up
Suck on my balls, pause, I had enough
I ain’t thinking ‘bout you
I ain’t thinking ‘bout”
(Sorry – Beyoncé)
“Ele está tentando me enrolar, não estou caindo nessa
Indo para a balada, não estou pensando em você
Eu e minhas amigas bebemos nosso copo D’Ussé
Eu não dou a mínima, fazendo o sinal da paz
Chupe minhas bolas, pare, eu já aguentei o bastante
Eu não estou pensando em você
Eu não estou pensando”
(Tradução: Sorry – Beyoncé)

Amiga, não se humilha!!!! O boy te traiu, você tá sofrendo, não precisa dar indireta nas redes sociais de que você está bem, curtindo a vida adoidado e nem ligando, todo mundo sabe que depois da balada você vai chorar em casa.

E depois que a gente já sofreu, já chorou, já pegou outro, já foi pra balada com as amigas, já bebeu e já fingiu que está tudo normal, o que a gente faz pra parar de sofrer? Muda o foco, se joga no trabalho compulsivamente, e é isso que confirma a sexta faixa do álbum: “6 Inch”.

Trabalhamos muito, o tempo passou, melhoramos e começamos a pensar em tudo o que aconteceu. Buscamos respostas, queremos saber que ônibus pegamos para chegar nesse ponto. Relembramos da nossa infância, e é assim a sexta música, “Daddy Lessons”. Beyoncé relembra de sua relação com seu pai, um homem exigente que a fez ser forte e perfeccionista. Se ela faz terapia, descobriu aqui o motivo de viver um casamento complicado. Pela forma que ela descreve seu relacionamento com o pai, ele foi um homem que exigia perfeição dela, e ela se tornou quase perfeita, mas o problema está na busca, sentir que nunca conseguiu superar as expectativas do pai e por fim, nunca se sentir boa o suficiente. Também conta o tipo de marido que o pai foi. Fica no ar que talvez ele não tenha sido muito bom.

“He held me in his arms
And he taught me to be strong
He told me when he’s gone
Here’s what you do
When trouble comes to town
And men like me come around
Oh, my daddy said shoot”
(Daddy Lessons – Beyoncé)
Ele me segurou em seus braços
E ele me ensinou a ser forte
Ele me disse que quando estivesse fora
Era isso o que eu tinha que fazer
Quando o problema chega à cidade
E homens como eu aparecerem
Meu papai disse, “atire”
(Tradução: Daddy Lessons – Beyoncé)

O relacionamento entre pai e filha é muito importante e pode determinar como ela lidará com o amor e com a autoestima no futuro.

Tudo vai bem até que você fica na seca, carente, com saudades do boy e começa a dar desculpas, a si mesma, por ele (ele nem teve o trabalho de te dar desculpas, você faz isso por ele). “Ah, ele estava confuso, ele tentou não me trair, somos tão bons juntos, ele vai mudar…” E então, a terceira fase do luto: a barganha. Você tenta de tudo para voltar com ele.

“Nine times out of ten, I’m in my feelings
But ten times out of nine, I’m only human
Tell me, what did I do wrong?
Feel like that question has been posed
I’m movin’ on
I’ll always be committed, I been focused
I always paid attention, been devoted
Tell me, what did I do wrong?
Oh, already asked that, my bad
But you my lifeline, think you tryna kill me?
If I wasn’t me, would you still feel me?
Like on my worst day? Or am I not thirsty, enough?
I don’t care about the lights or the beams
Spend my life in the dark for the sake of you and me
Only way to go is up, them old bitches so wack
I’m so tough, wassup?”
(Love Drought – Beyoncé)
“Nove vezes de dez, estou perdida nos meus sentimentos
Mas dez vezes de nove, sou apenas humana
Me diga, o que fiz de errado?
Sinto que esta pergunta virou clichê
Estou superando
Sempre serei comprometida, estou focada
Sempre prestei atenção, fui devotada
Me diga, o que fiz de errado?
Ah, já perguntei isto, desculpe
Mas você é a minha vida, acha que está tentando me matar
Se não fosse por mim, você ainda me sentiria?
Tipo como no meu pior dia? Ou não quero o bastante?
Eu não ligo para as luzes ou holofotes
Passaria minha vida na escuridão para salvar a nós dois
Só dá para melhorar daqui, essas vadias são tão fracas
Eu sou tão durona, e aí?”
(Tradução: Love Drought – Beyoncé)

Agora ela parece entrar na quarta fase do luto, a depressão, percebe que tudo está ruindo como castelos de areia. Temos vontade de sumir, ir embora, queremos que a dor passe, mas ao menor sinal que o outro possa dar, de que ainda nos ama, tentamos mais uma vez.  Falta coragem para seguir em frente.

“We built sand castles that washed away
I made you cry when I walked away
And although I promised that I couldn’t stay, baby
Every promise don’t work out that way, oh, babe
Dishes smashed on my counter from our last encounter
Pictures snatched out the frame
Bitch, I scratched out your name and your face
What is it about you that I can’t erase, baby?
Well every promise don’t work out that way, no no, babe
And your heart is broken cause I walked away
Show me your scars and I won’t walk away
And I know I promised that I couldn’t stay, baby
Every promise don’t work out that way, no no no no no”
(Sandcastles – Beyoncé)
“Construímos castelos de areia que foram levados pela água
Eu te fiz chorar quando fui embora
E mesmo que tenha prometido que não podia ficar, baby
Não é toda promessa que funciona assim, ah, querido
Pratos quebrados em minha cômoda depois da última vez
Fotos tiradas de porta-retratos
Filho da mãe, arranhei seu nome e o seu rosto
O que você tem que eu não consigo apagar, baby?
Não é toda promessa que funciona assim, querido
Não é toda promessa que funciona assim
E seu coração está partido, pois eu fui embora
Me mostre suas cicatrizes e eu não irei embora
Eu sei que prometi que não poderia ficar, baby
Não é toda promessa que funciona assim, não, não, não”
(Tradução: Sandcastles – Beyoncé)

Essa fase é uma das mais difíceis, desapegar, seguir, queremos tentar de tudo, queremos fingir que nada aconteceu, estamos dispostas a mudar tudo para voltar a ser como no início.

“Best foot first just in case
When we made our way ‘til now
It’s time to listen, it’s time to fight
Forward
Now we’re going to hold doors open for a while
Now we can be open for a while
Forward
I love you more than this job, please don’t work for me
Forward
Go back to your sleep in your favorite spot just next to me
Forward, forward”
(Forward – Beyoncé)
“O pé direito primeiro, só para garantir
Quando percorremos nosso caminho até aqui
Está na hora de escutar, está na hora de brigar
Para frente
Agora, vamos segurar as portas abertas por um tempo
Podemos ficar abertos por um tempo
Para frente
Eu te amo mais do que este emprego, não trabalhe por mim
Para frente
Volte a dormir em seu lugar favorito ao meu lado
Para frente, para frente”
(Tradução: Forward – Beyoncé)

Depois que tentamos de tudo e nada deu certo, nós rezamos, pedimos ajuda de Deus para atravessar o pior momento da nossa vida, precisamos nos libertar dessa dor, e Beyoncé sentiu a mesma coisa, então com a décima música do álbum vem sua redenção. Sua música de trabalho, a mais poética de todas. O ensaio da liberdade e a vontade de voltar a ser inteira. Se a vida te dá limões, faça uma “Limonade“!!!

“Lord forgive me, I’ve been running
Running blind in truth
(…)
I’m telling these tears
“Go and fall away, fall away”
May the last one burn into flames
(…)
Freedom! Freedom! I can’t move
Freedom, cut me loose!
I break chains all by myself
Won’t let my freedom rot in hell
Hey! I’ma keep running
Cause a winner don’t quit on themselves”
(Freedom – Beyoncé)
“Senhor me perdoe, estive fugindo
Fugindo com uma verdade cega
(…)
Estou dizendo à estas lágrimas
“Podem cair, caiam à vontade”
E que a última delas queime
(…)
Liberdade! Liberdade! Não consigo me mexer
Liberdade, me liberte!
Quebro as correntes sozinha
Não vou deixar minha liberdade queimar no inferno
Ei! Vou continuar correndo
Pois um vencedor nunca desiste de si mesmo”
(Tradução: Freedom – Beyoncé)

Depois de tudo que passamos, depois de atravessar todas as fases do luto, depois de elaborar o que aconteceu, aceitar o fim e voltar a ficar bem, o boy pressente que estamos melhor e quer voltar, pede perdão, faz mil promessas.  E às vezes a gente cai na armadilha…

“They say true love’s the greatest weapon
To win the war caused by pain, pain
But every diamond has imperfections
But my love’s too pure to watch it chip away
Oh nothing real can be threatened
True love breathes salvation back into me
With every tear came redemption
And my torturer became a remedy”
(All Night – Beyoncé)
Dizem que o amor verdadeiro é a maior arma
Para ganhar a guerra causada pela dor, dor
Mas cada diamante tem imperfeições
Mas meu amor é puro demais para desistir
Nada real pode ser ameaçado
O amor verdadeiro inspira a salvação para dentro de mim
Com cada lágrima, veio a redenção
E meu torturador se tornou um remédio”
(Tradução: All Night – Beyoncé)

Não era amor, era falta de amor próprio. Ninguém muda só porque queremos que essa pessoa mude. Acredito que em casos de infidelidade, voltar a ser fiel não dependa apenas da vontade de ser. Fidelidade é um valor, como a honestidade, deixar de roubar ou enganar leva tempo e precisa de muito esforço. Vamos esperar o desfecho dessa história, eu aposto que o padrão continuará se repetindo.

Depois que você já sofreu horrores, percebeu que ama mais do que é amada, finge que acredita que o boy vai mudar, realmente quer acreditar nele para não sofrer mais sozinha, depois que sua autoestima te abandonou, depois das suas amigas sentirem raiva de você por voltar com o cara que elas já detestam. O que é a única coisa que resta fazer nessa situação? O que Beyoncé fez, mudar o foco da raiva, procurar outro problema para se preocupar e ocupar sua cabeça. Também dar um outro bom motivo para as pessoas falarem, pois você não quer mais ouvir o quão errada está em voltar com o boy lixo.  Então Beyoncé mudou de assunto, falou sobre o racismo em sua ultima música “Formation“.

“You mix that negro with that Creole
Make a Texas bama
I like my baby heir with baby hair
And afros
I like my negro nose with Jackson Five nostrils
Earned all this money
But they never take the country out me
I got a hot sauce in my bag, swag”
(Formation – Beyoncé)
“Você mistura esse negro com essa crioula
E faz uma Texana
Eu gosto da minha pequena herdeira com cabelo de bebê
E cabelos de afros
Eu gosto do meu nariz negro com narinas Jackson Five
Ganharam todo esse dinheiro
Mas eles nunca tiraram o meu país de mim
Tenho molho picante em minha bolsa, estilo”
(Tradução: Formation – Beyoncé)

Tem dois mecanismos de defesa bem fortes aqui: o deslocamento, ou seja, deslocar a raiva, “não vamos mais falar sobre meu relacionamento, vamos falar sobre racismo”. E também o Narcisismo. Quem se acha o máximo na verdade tem baixa autoestima, e só quem tem baixa autoestima aceita ficar nesse tipo de relacionamento. Então, acho que a Beyoncé precisa fazer terapia.

 

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza