HOME  /   BLOG

Bons ou maus?

Seres humanos são bons ou maus? O que é o certo a ser feito? O que é justo? Você se considera uma boa pessoa?

Seres Humanos são o que mais existe de sensível. Somos seres totalmente emocionais e acreditamos que somos racionais. Precisamos acreditar nisso para que toda a estrutura que criamos para o planeta funcione. Mas como podemos perceber nada funciona, tudo é ilusório, pois estamos escondendo essa verdade: somos sensíveis e emocionais, tomamos decisões através de nossas emoções e por isso somos facilmente manipulados. Isso não é uma coisa que nos agrada saber, não é mesmo? Por isso fingimos que não é assim que as coisas funcionam.

Você se considera uma pessoa boa? Não, você não é. Você tem momentos que está sendo bom e momentos que está sendo mau. Não existe Ser Humano totalmente bom nem totalmente mau. Nós nos achamos boas pessoas até que alguém possa ler nossos pensamentos. Todos nós temos sombra! Nossa sombra é feita de pensamentos, emoções e impulsos que achamos dolorosos, constrangedores ou desagradáveis para aceitar. Ao invés de lidarmos com eles, os reprimimos e negamos.

Se você não concorda e pensa “eu sou bom, não faço mau a ninguém” será que você está sendo bom para você mesmo? Muitas vezes, as pessoas são muito más com elas mesmas.

Todos nós temos sombras que afetam outras pessoas e somos afetados pelas sombra dos outros, principalmente das pessoas que mais convivemos.

Nós (na verdade nosso Ego ferido) escondemos tudo aquilo que não aceitamos em nós, negamos nosso lado mau. Para fazermos isso perfeitamente (achamos que fazemos) nosso Ego constrói uma máscara (persona) que esconde dos outros nossos defeitos e nossa vulnerabilidade e mostra ou cria características que são admiradas e bem aceitas. O objetivo é ser amado, aceito e admirado pelo maior número de pessoas, ou só pelas mais importantes.

Nós temos características boas e ruins, mostramos as boas e escondemos as ruins. Muitas vezes escondemos de nós mesmos. Sempre haverá um “mas” e sempre haverá um bom argumento para explicar uma resposta emocional ou um comportamento negativo.

Fomos condicionados a temer o lado obscuro da vida, assim como o nosso. Negar nosso lado negativo intensifica o poder da sombra. Cada aspecto que vemos no outro, positivo e negativo existe dentro de nós. Temos todas as emoções e características humanas, mas é mais fácil projetá-las nos outros do que reconhece-las em nós. Se você anda julgando muito os outros é porque tem muita sombra dentro de você.

Reconhecer e integrar nossa sombra é um dos exercícios mais difíceis que uma pessoa pode fazer, exige humildade, autoconhecimento e muita vontade de querer ser alguém melhor. A maioria das pessoas não entende esse conceito e não conhece sua sombra, por isso que estamos vivendo um colapso mundial. O que vemos no mundo é o resultado da sombra de cada um projetada no inconsciente coletivo. Não há nada que vemos fora que não exista dentro.

Nosso comportamento não deve depender do comportamento dos outros e sim dos nossos valores e princípios. Quando não é assim, a pessoa torna-se muito vulnerável, cria problemas onde não tem e sofre por coisas que ela mesma criou, além de se tornar um alvo fácil para a manipulação.

“Quando abraçamos a nossa totalidade, experimentamos a liberdade. À medida que atravessamos nossas sombras, podemos recuperar nossa luz”.

(Deepak Chopra)

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza