HOME  /   BLOG

Como brigar com consciência

Pense, para que brigar? As pessoas que estão totalmente controladas pelo ego lutam com unhas e dentes para defender suas opiniões, seus direitos. As pessoas que estão espiritualmente elevadas solucionam os problemas discutindo com empatia.

Eu acredito que o propósito da vida é o amadurecimento da alma e que devemos sempre procurar estar evoluindo. Então brigar com consciência significa escutar o outro reconhecendo com palavras ou em silêncio, que a forma como a outra pessoa sente certa situação também é válida e digna de respeito assim como seus próprios sentimentos.

Quando você estiver envolvido em um sério confronto, compreenda que você está travando uma “batalha da consciência”. O outro está servindo de espelho para você ver o que está escondido dentro de você mesmo. A batalha não é somente o resultado do que ocorreu ou do que foi dito no “calor” do momento, o que realmente se passa é o resultado do que o seu ego é. Por que algumas coisas te chateiam e outras não? Por que se alguém disser algo de ruim sobre você, e que você não concorda, você o chama de louco e não se aborrece? Percebeu que tudo não passa de um conflito seu com você mesmo? O outro apenas te ajuda a perceber isso.

 Cada ser humano tem uma história de vida, os conflitos surgem da personalidade de cada um, do tipo de impulso egocêntrico que cada pessoa possui, das percepções do que é certo e errado, das atitudes que cada um normalmente tem em relação aos outros e a vida em geral. Portanto, quando se envolver em um conflito, tente perceber o que é seu e o que é do outro. Então seja sábio, todos somos iguais na origem de nossa alma e no destino, vivemos no mesmo planeta e dividimos experiências. É importante entender o ponto de vista dos outros e não atacar só para sentir-se melhor, isso é o ego.

Escute seu adversário, tente perceber o que o fez pensar assim, o que ele viveu que o tornou assim, quais são suas feridas que ainda doem. Quando você ouvir duras acusações, acalme-se, provavelmente seu ego irá te fazer atacar também, permaneça em silêncio, isso fará o outro se sentir ouvido, isso removerá o sentimento de frustração. Compreenda que com isso você está ajudando seu oponente, mas não precisa se sentir superior.
Perceba se o que está sendo dito sobre você é verdadeiro, controle seu ego e seja humilde, reconheça suas falhas. Agradeça por permitir-se aceitar a revelação de sua própria consciência, tornar-se cada vez melhor.
Dessa maneira você crescerá psicológica e espiritualmente.

Se você realmente não compreendeu o que ele disse, então você está bloqueando mentalmente alguma coisa que não quer ouvir. Seu ego está no controle, controle-o você, peça uma explicação mais detalhada, com exemplos de quando ocorreu o que ele diz. Entenda sua dor, sua raiva. Quando conseguir acolher o outro e sua dor, as defesas egocêntricas dele diminuirão e ele começará a relaxar. Ambos se sentirão melhor.

Agora você pode falar como se sente em relação a isso, sem ataca-lo ou humilha-lo, sua resposta não deve levar a um novo conflito, se fizer isso então seu ego venceu a disputa contra você. Lembre-se de que você está se esforçando para controlar seu ego como um primeiro passo rumo ao amor incondicional e está crescimento espiritual. Você está trabalhando para conseguir paz e entendimento entre os dois, não para ganhar pontos ou sentir-se superior.

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza