HOME  /   BLOG

Eu escolho você

Final de ano é uma ótima oportunidade de rever nossas escolhas e decidir o que queremos e o que não queremos mais para nós. A vida conjugal afeta completamente todas as outras áreas da nossa vida, então se essa não está boa, nada mais estará.

Relacionamento deve ser leve, cheio de risos, gargalhadas, brincadeiras…

Pois quando se está em um relacionamento denso, pesado, cheio de insegurança, nervosismo, gritaria, decepção, raiva, mágoa… Não é amor. Pode ser apego, sandycomodismo, necessidade, medo de mudança, qualquer coisa menos amor.

E se não há amor, não há razão para se estar junto a alguém…

“Não deixe para amanhã quem você pode deixar hoje” (Sandy)

 

A vida é curta

Mas os sonhos não são
Eu rio do passado
Espero o futuro com a faca na mão

Defino cada passo que dou
Minhas escolhas revelam o que eu sou

E eu escolho você com todos seus defeitos
E esse jeito torto de ser
Eu escolho você, destino imperfeito
Todo carne, osso e confusão

Quem vive de princípios
Não tem meios, nem fins
Eu quebro as minhas leis
Pois só assim elas pertencem a mim

E eu que sempre fui da turma do talvez
Me joguei sem paraquedas no sim

E eu escolho você com todos seus defeitos
E esse jeito torto de ser
Eu escolho você destino imperfeito
Todo carne, osso e confusão

Não tem por que tentar se justificar
Se foi meu coração que decidiu por mim
Mas se a escolha fosse minha
Eu escolheria você mesmo assim

Eu escolho você com todos seus defeitos
E esse jeito torto de ser
Eu escolho você, destino imperfeito
Todo carne, osso, pele, boca e coração

E eu escolho você com todos seus defeitos
E esse jeito torto de ser
Eu escolho você, destino imperfeito
Todo carne, osso e confusão

Por Luiza Franco

Vídeo: Eu escolho você  – CD SIM – Sandy

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza