• 14Dec

    Atualmente, pessoas que têm 30 e poucos anos estão apresentando um pensamento recorrente: "Na minha idade, meus pais já tinham um bom emprego, filhos e casa própria.” Enquanto calculam qual cartão de crédito é melhor para pagar a balada. Provavelmente você ainda não tem boa parte do que gostaria de ter, e que seus pais já tinham na sua idade. O que você conquistou?  Seu Facebook e Instagram estão cheios de fotos da sua última viagem para seus 1.000 amigos curtirem? Seu guarda-roupa quase não fecha mais as portas? Você está chegando na ultima fase do seu novo jogo do videogame? Vai começar o terceiro curso técnico porque ainda não sabe do que gosta? Viajou pelo mundo para encontrar a felicidade, mas ainda não tem renda própria? Os tempos são outros e as prioridades também. A vida está mais longa enquanto tudo passa mais rápido. Casar virou meta dos 30 e tantos anos, se aposentar só depois dos 70. É natural que a segurança financeira tenha ficado para um pouco mais tarde. Mas, mesmo que esteja vivendo as maiores aventuras, e curtindo a vida adoidado, já dá para traçar planos de longo prazo e eliminar alguns maus hábitos financeiros. Entenda

  • 05Dec

    O que faz uma pessoa competente, esforçada, inteligente, não ser próspera? Não ter sucesso no trabalho e não ter um bom rendimento? Quando isso acontece, é natural que as pessoas sintam-se frustradas e injustiçadas, procuram um culpado, alguma explicação. O que geralmente acontece nesses casos, é que pessoas assim não tem uma base sólida, ou seja, dentro delas não há estrutura emocional. Não adianta a parte racional e intelectual estar ótima, pois isso é apenas uma pequena parte. Não podemos negar a existência do inconsciente e que é essa parte de nós que sustenta nossa vida e nos faz tomar as decisões que tomamos. Nossa vida é regida pelas nossas crenças e emoções, se elas forem negativas não adianta saber tudo sobre um determinado assunto e achar que isso basta, você simplesmente não terá o resultado desejado. Se você tem crenças limitantes e emoções negativas você provavelmente está se autossabotando e acredito que não está perto de onde gostaria de estar. O cérebro é uma máquina, como um computador, se você colocar muitas coisas negativas ele entenderá que você quer ter uma vida negativa e fará de tudo para que assim seja. Se você tiver crenças limitantes, acreditar que não

  • 04Dec

    Quem nunca se manteve em um relacionamento falido só por falta de coragem de terminar? De enfrentar o mundo, de assumir para as pessoas que não deu certo, de assumir para você mesma que fracassou. Quem nunca ensaiou um término e na hora de falar não conseguiu. Se deu mil desculpas para continuar. Se agarrou a motivos banais para não por um ponto final. Uma pessoa que não te inspira, não te ajuda, não te respeita, não te valoriza... é uma pessoa que não te ama! E porque estar ao lado de alguém que não te ama? Se você está em um relacionamento que você diz que é complicado, complicado está sua autoestima. Você tem o poder de escolher o que quer para a sua vida. Não deixe que o medo ou o orgulho decidam por você. Homens quando estão a fim de você eles dão um jeito de estar junto a você o máximo de tempo que conseguirem. Se não é assim é por que ele não está tão a fim de você. Mulheres quando estão a fim de você vão cuidar de você, se preocupar com você e querer te dar muito carinho. Se não é assim é por

  • 04Dec

    O que você tem feito por você? E pelos outros? O que pensarão de você quando você morrer? Foi uma pessoa que ajudou várias pessoas ou foi uma pessoa que teve que ser ajudada? Como você gostaria de ser lembrada? Cada dia da sua vida é uma oportunidade de fazer algo que realmente valha a pena. Você já ganhou a vida, porque acha que o mundo te deve alguma coisa? Que Deus não foi justo com você ou que as pessoas não foram boas o suficiente, te prejudicaram de alguma forma e que agora devem te ajudar. Porque esperar do outro algo que deve partir de você? Saiba que tudo aquilo que te acontece foi porque de alguma forma você permitiu que acontecesse. Havia um momento em que você poderia ter dito não. Ou no momento em que apareceu alguma oportunidade você não percebeu ou não teve forças para agarra-la. Enquanto sentir pena de si mesmo sua vida não será como você sonha. As oportunidades aparecem, mas é da sua responsabilidade se esforçar para pega-las. E se estiver deprimido e ocupado de mais se lamentando pelas suas derrotas, não vai perceber pequenos milagres que acontecem todos os dias. Muitos exemplos estão por

  • 18Nov

    Ele ocupa a maior parte do cérebro e controla quase tudo o que fazemos. Mas a ciência já sabe como domá-lo e usar os poderes dele para várias coisas, de guardar senhas a fazer espionagem militar. Conheça as novas descobertas sobre o inconsciente - e veja como elas confirmam a principal teoria de Freud. Quando tinha pouco mais de cinquenta anos, o médico africano T.N. sofreu dois derrames cerebrais devastadores. Eles destruíram totalmente seu córtex visual, a região do cérebro que nos permite enxergar. T.N. ficou completa e irremediavelmente cego. Mas, ainda no hospital, um grupo de cientistas ingleses decidiu recrutá-lo para um estudo estranho. Colocaram um laptop na frente de T.N. e pediram a ele que identificasse qual figura aparecia na tela, que poderia ser um círculo ou um quadrado. O homem identificou corretamente 50% das figuras - o que é de se esperar num cego, pois esse índice de acerto é o mesmo que se consegue fazendo escolhas aleatoriamente. T.N. estava apenas chutando. Mas aí, num segundo teste, os pesquisadores trocaram as imagens exibidas no laptop. Agora, aparecia uma sequência de rostos, alguns amigáveis e outros hostis. T.N. deveria dizer se cada face era amiga ou inimiga. Para

  • 17Nov

    Na maior parte do tempo estamos tomando decisões. Ficamos entre o que satisfaz nossas preferências e o que satisfaz nossas necessidades. A percepção dessas duas, às vezes, se camuflam, se confundem e estão diretamente ligadas ao conceito de felicidade e alegria. Quando optamos por satisfazer apenas nossos desejos, que muita vezes são supérfluos temos a sensação que isso trará felicidade, um celular novo, roupas novas, carro novo. Podemos viver sem essas coisas que desejamos, mas temos a nítida sensação de que a ausência disso tornará os dias mais tristes. Estamos em busca do que pode trazer sensações prazerosas, mesmo que a um preço alto, seja financeiro ou sacrifícios emocionais. Não raro, encontramos quem trabalha de mais para juntar dinheiro e bens materiais. Isso faz com que sacrifiquem a vida só por desejarem possuir algo que na maioria das vezes não é essencial. Deixam a saúde de lado, a qualidade dos relacionamentos e assim a vida passa. As pessoas permanecem infelizes a fim de buscar pequenos momentos de alegria. Tudo que desejamos e que não é fundamental para a nossa vida, principalmente coisas ligadas ao consumo sem equilíbrio, são apenas momentos de alegria, não uma felicidade plena tão necessária para ter

  • 12Nov

    O que realmente é a felicidade para você? Pode ser difícil explicar em palavras um sentimento tão forte e tão desejado por todos. Mas se você não souber exatamente o que é, como saberá onde ela esta? Aproveite cada instante, cada momento, porque esse instante nunca mais vai se repetir. Você pode até viver coisas parecidas, mas nunca mais será igual. Amores líquidos, amizades liquidas. Nossa contemporaneidade está liquida. O tempo está dilatado, queremos fazer tudo em pouco tempo, tudo é revelado, é alcançado, todas as informações, tudo do mundo todo... Então, querendo saber de tudo perdemos as coisas mais importantes, as coisas simples, os pequenos prazeres, porque não da tempo. Todas as coisas têm que ser rápidas, ágeis e fluidas... Superficiais. Ao nos distanciarmos dessa realidade enlouquecedora, nossa percepção de mundo muda. Onde estão as coisas que realmente fazem sentido? O que são essas coisas? Felicidade é um sentimento almejável, mas não se está sempre feliz e é saudável que não esteja. Como se sobressairiam os momentos felizes sem aqueles angustiantes, tristes e melancólicos? A felicidade nada mais é do que uma adequação entre as suas expectativas e a sua realidade. Então é por isso que a felicidade está

  • 28Oct

    Freud acreditava que o ser humano é marcado por uma falta ocasionada desde o seu nascimento. A separação com o corpo materno causa uma grande angústia, uma sensação de que algo essencial foi perdido. Uma parte de si.  E é por essa sensação de falta, e a vontade de compensar isso, que todos passam a vida buscando por algo. Há um sofrimento por querer o que não se tem, mas quando se consegue, ainda continua a sofrer, porque o que houve foi a satisfação ilusória do desejo. A sensação de “Ter” pode dar uma ilusão de completude que é passageira, por isso vemos tantas pessoas possuídas pelo consumo e acumulo de coisas desnecessárias. Isso também acontece com os vícios e a dependência por algo ou alguém. Busca-se essa completude em relacionamentos, onde se espera que o outro de conta da sua felicidade e de seus desejos, para que assim sinta-se completo e livre do sofrimento. “Querer é essencialmente sofrer e, como o viver é querer, toda a existência é essencialmente dor”. ( Schopenhauer, 1994). O desejo é um “saber desconhecido”, portanto inconsciente. Quando se deseja algo, não se sabe o verdadeiro motivo daquele desejo, ou se o desejo é real, pois

  • 12Oct

    Por que você tem filhos? A resposta nem sempre é clara. Algumas pessoas não tem um bom motivo ou então dão uma justificativa egoísta como: para não me sentir sozinho na velhice, ter companhia, perpetuar meus genes, salvar meu casamento, construir um casamento, realizar sonhos que não consegui realizar, dar alegria para minha vida... Independente da resposta, as pessoas geralmente esperam ter uma super criança, bem educada, inteligente, divertida, bonita, que se destaque, melhor que as outras crianças e que dê orgulho. E os pais fazem de tudo para isso acontecer. Atualmente, quase todos os pais sofrem do mesmo mal, esse mal que acomete pais que trabalham o dia todo, que têm uma rotina estressante, que quando chegam em casa não querem ser importunados, não têm paciência para educar uma criança e deixam essa responsabilidade para a escola ou babás, avós. Esse mal é a culpa. Não ter tempo para os filhos e suprir essa falta com presentes e evitar dizer “não” é projetar um futuro difícil para seu filho. Ele será um adulto ansioso que não conseguirá conquistar seus objetivos e desistirá frente à primeira dificuldade. Porque não foi acostumado com a frustração, nem a lutar pelo que quer.

  • 14Sep

    Sabe quando você começa a sair com alguém, tudo vai bem, vocês estão se conhecendo, se entendendo, está tudo certo. Aí passa uma semana, 10 dias, tudo fluindo bem… Até que a ansiedade coloca tudo a perder. Um belo dia você olha para o possível amor da sua vida e percebe que está apaixonada. Não quer mais viver sem... E é nesse exato momento que vem aquela pergunta que pode acabar com tudo: “será que ele está gostando assim de mim também?” E então começa o medo, pânico e insegurança. Daí você sente uma enorme necessidade em agradar e fazer tudo dar certo. O que antes era leveza, espontaneidade, diversão agora é medo, rigidez, passos calculados... Você começa a fazer tudo errado. E tudo isso sem nenhum motivo real. Aí o cara não liga nem manda mensagem. Nada. E então ele marca alguma coisa com você e depois desmarca. Teve algum problema seríssimo, ou teve que visitar a mãe, a avó a tia, ou está exausto, ou dormiu e perdeu a hora, ou lembrou de outro compromisso, ou… qualquer desculpa…. Nesse estágio você sabe, mesmo não querendo ver, que as coisas não vão bem. Sente aquela insegurança e um imenso

FACEBOOK:

Acompanhe todos os meus posts no Bloglovin

“O resultado de um bom trabalho desperta o potencial do ser humano para descobrir e criar uma vida valiosa, onde possa servir ao mundo e a humanidade através de suas escolhas e, ainda, encontrar sua autorrealização.”     (Luiza Franco)


INSTAGRAM

LEIA TAMBÉM:

SERVIÇOS

” Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração. Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, acorda.”

Carl Jung

Atendimentos individuais com a finalidade de tratar dificuldades e traumas emocionais, comportamentais ou cognitivos.

É indicado para quem quer resolver problemas e tornar-se alguém cada vez melhor. 

O momento ideal para iniciar a terapia é quando perceber que pode haver prejuízos em alguma área da sua vida, devido à questões internas mal resolvidas, que podem ser, emocionais ou comportamentais. 

Todas as pessoas podem e devem fazer terapia, pois trata-se de higiene emocional.


FICOU INTERESSADO? AGENDE UMA SESSÃO DE AVALIAÇÃO!
   

Você já teve a sensação de que algo está faltando na sua vida? Já se perguntou: qual a minha missão nessa vida?

Quer ter uma vida mais valiosa, com autoconhecimento, servir ao mundo e a uma causa nobre? Quer viver uma vida integral onde desenvolve a prosperidade, saúde, carreira profissional, felicidade, cultura e liberdade?

Um Coach, mais do que dar respostas, faz perguntas para descobrir o que você realmente quer e te ajuda a identificar e romper todas as crenças limitantes e paradigmas errôneos que podem estar atrapalhando seu crescimento. Apoiando assim a atrair tudo o que você merece.

O processo de Coaching desperta o sábio que todos temos dentro de nós, de uma forma prática, profunda e integral.

DEPOIMENTOS

Nunca tinha ido a uma psicóloga, mas sempre tive vontade de ir. Mesmo assim nunca procurei. Aí em um belo dia, soube no meu trabalho que fizerem uma parceria com uma psicóloga, fiquei super animada e logo quis fazer minha primeira consulta. Marquei e deu tudo certo. A primeira consulta já foi ótima, super gostei, e assim todas foram maravilhosas… As sessões me ajudaram a tomar várias decisões, perder meus medos, a me amar mais , me valorizar, e foi assim que eu conheci esse anjo, Luiza Franco…

Obrigada Lu por tudo…

Larissa Gois
Cabeleireira

“Fazer terapia com a Luiza foi uma experiência maravilhosa, se você precisa se encontrar está aqui o seu começo…”

Isabela Machado
Pesquisadora e estudante de Artes 

“A Luiza é uma pessoa de muita luz!! Me ajudou muito!! Super grata!!…”

Sarah Moraes
Artesã