HOME  /   BLOG

Síndrome do pânico, crise de ansiedade ou medo descontrolado?

Emoções mal resolvidas tendem a causar problemas para o corpo, pois quando acumuladas podem transformar-se em doenças. A síndrome do pânico, por exemplo, é um transtorno de ansiedade grave que desencadeia crises crônicas de medo frente a diversas situações corriqueiras ou mesmo sem causa aparente. Geralmente o paciente sente que algo de muito ruim acontecerá a ele ou a alguém muito próximo, uma tragédia e até mesmo a morte.

As causas podem ser genéticas, ou altos níveis de estresse. As crises acontecem repentinamente independente do contexto em que a pessoa esteja ou também podem ser desencadeadas por um pensamento de medo, uma preocupação de que algo ruim poderá acontecer. Os sintomas característicos são tremores, sudorese, taquicardia, formigamento ou dormência, falta de ar, hiperventilação, sensação de perigo e medo da morte. Em casos graves a pessoa pode sentir dores, tontura e até desmaiar. Uma crise tem duração de 10 a 30 minutos.

É importante pensar que um ser humano é o resultado de um corpo, uma mente e um espírito; quando há algum desequilíbrio, alguma coisa está errada. A saída desse problema e de todos os outros é buscar a saúde no equilíbrio e no autoconhecimento.

Quando falo em autoconhecimento quero dizer qualquer coisa que você saiba sobre você mesmo. Quanto mais souber, melhor será sua vida, seus relacionamentos, suas escolhas. Então devemos nos dedicar a descobrir como funciona nosso corpo e quando temos alguma doença, saber o motivo real de por que ele está tendo uma resposta diferente da qual deveria ter. Nascemos para ser saudáveis, e se isso não acontece é porque estamos fazendo algo errado.

Tudo começa nos nossos hábitos. Você sabe o que você come? Sabia que nossa alimentação tem um impacto direto sobre o nosso corpo e influencia nossa vida de uma forma geral?

Alguns alimentos afetam o sistema nervoso e podem gerar ainda mais ansiedade ou nos acalmar. Quando há algo de errado com o nosso corpo e não sabemos a causa, comece a pensar sobre sua alimentação, a ter uma rotina mais equilibrada.

Um grande problema é que muitas pessoas têm expectativas de soluções rápidas para tudo, desde uma simples tristeza até para quadros graves de transtornos mentais. É fundamental entender quais fatores levaram a tal problema. São questões multifatoriais somadas às questões ambientais e genéticas e que demoraram muito tempo para se manifestarem, gerando uma síndrome. Portanto, não é do dia para a noite que tudo se resolverá. Assim como a causa, o tratamento também deve ser multifatorial, demandando mudança no estilo de vida, com hábitos e alimentação saudáveis, terapia, exercícios físicos. Não só tratamentos psiquiátricos, já que esses só devem ser usados em casos extremos, dependendo do nível em que está instalada a doença e se as diversas alternativas de tratamento não deram certo.

Exercite a sua mente todos os dias, positivando a sua fala e o seu pensamento. A cura da ansiedade está em como pensamos e respiramos. Ansiedade é medo do futuro, e medo é todo pensamento negativo que temos em relação ao futuro. Não é real. É uma fantasia de algo que pode ou não acontecer. Nossos pensamentos são capazes de nos fazer sentir prazer, dor, tristeza, medo, raiva, qualquer sentimento, é só uma simulação, então você escolhe o que quer sentir.

Receba GRATUITAMENTE a minha Newsletter para te inspirar a ter uma vida consciente!

Junte-se a várias pessoas para receber dicas exclusivas direto da Luiza